468x60

Incluindo-me em uma sociedade não real: a minha.

Me pergunte e direi.

segunda-feira, 24 de maio de 2010
Me pergunte sobre conhecimento, e direi que só conheço o que está perto. Me pergunte sobre sabedoria, e direi que acho que tenho-a toda, não devo precisar de mais. Me pergunte sobre amizade, e direi que tenho pouca. Me pergunte sobre amor, e direi que não amo. Me pergunte sobre felicidade, e direi que nunca tive. Me pergunte sobre futilidade, falsidade e desigualdade, e direi que já vi de monte. Me pergunte sobre paz e harmonia, e direi que nunca vi. Me pergunte sobre os problemas do mundo, e direi que não são problemas meus. Me pergunte sobre valores, e direi que não conheço. Me pergunte se respeito os mais velhos e as diferenças, e direi que não. Me pergunte sobre preconceito, e direi que todos têm um pouco. Me pergunte se eu respeito o meu corpo, e direi "para quê?". Me pergunte sobre o dia-a-dia, e direi que reclamo. Me pergunte sobre a natureza, as flores e o mar, e direi que estão muito longe de mim, obrigada. Me pergunte sobre as cidades, e direi da poluição. Me pergunte todas as marcas e modas, e responderei todas, uma a uma. Me pergunte sobre dinheiro, e direi que anseio. Me pergunte sobre família, e direi que quase não vejo. Me pergunte sobre poder, e direi que quero. Me pergunte sobre a vida, e direi que não sei viver. Agora, me pergunte se sou mais um humano desprovido de qualquer capacidade sensitiva, em um mundo insensível, fútil, infeliz e bélico, e direi que sim.

1 pitaco(s).:

  1. Lanna disse...:

    nossa qe foda, gostei mt !

Postar um comentário